Diretoria da Santa Casa se reúne com prefeito Lucas Pocay

DSCN0573

Diretores da Santa Casa de Ourinhos realizaram na manhã de quinta-feira, 21 de novembro, uma reunião com o prefeito Lucas Pocay para tratar da contratualização entre hospital e a administração municipal e ainda sobre uma parceria em novos projetos.

A reunião foi articulada pelo vereador Eder Mota e contou com a presença do presidente da Associaçao da Santa Casa, Celso Zanuto; o vice-presidente, Dr. Rubens Vertemati; o administrador, Fernando Abreu; o diretor clínico da Agência Transfusional, Dr. Paulo Novita; a Dra. Adriana Fleury; o prefeito Lucas Pocay; e a secretária de Saúde; Cassia Palhas.

Na reunião, a diretoria e Lucas Pocay falaram da contratualização entre Santa Casa e Prefeitura de Ourinhos e também conversaram sobre novos projetos envolvendo as partes visando principalmente uma melhoria no atendimento primário à população. Esse trabalho terá início em 2020.

Também no encontro, os representantes da Prefeitura de Ourinhos se comprometeram de realizar um trabalho com as 12 cidades que compõem a União dos Municípios Média Sorocabana (Ummes) no sentido de que haja uma cooperação dos municípios ao repassar recursos para o Pronto Socorro, já que a Santa Casa atende a população da região e não recebe pelo serviço prestado. Além disso, foi feito o encaminhamento do aumento de teto da média e alta complexidade pra CIR , onde toda a documentão foi aprovada e agora aguarda apenas a assinatura da Secretaria do Estado da Saúde e do Ministério da Saúde.

Unidade de Oncologia recebe doações de alimentos do Colégio Santo Antônio

76713940_1168581746681628_2393943998319296512_o

Na última segunda-feira, 02, o Colégio Santo Antônio fez uma grande doação de alimentos para a Unidade de Oncologia da Santa Casa de Ourinhos. Os produtos foram todos arrecadados durante a edição de sexta-feira, 29 de novembro, da Cantata de Natal, realizada no próprio colégio.

A doação é de suma importância para a Unidade de Oncologia, pois os alimentos são utilizados para o preparo das refeições servidas para os pacientes ambulatoriais.

A diretora da Unidade de Oncologia da Santa Casa de Ourinhos, Terezinha Mantovani agradeceu as doações dos alimentos. “Esses alimentos doados são importantes, porque o SUS não contempla refeições para pacientes ambulatoriais. Com isso, a Santa Casa teria de arcar com mais esse custo. Desta forma, agradecemos a iniciativa do Colégio Santo Antônio e da diretora Sueli Carrijo pela doação”.

Santa Casa de Ourinhos participa do 2º Fórum Somos SUStentáveis

1231fb41-6f3e-4cb2-8ab0-17218dac6f99

A Santa Casa de Ourinhos participou no dia 18 de novembro, participou do 2º Fórum Somos SUStentáveis, no Centro de Convenções Rebouças. O evento promovido pela Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo (Fehosp) reuniu representantes de hospitais filantrópicos de todo o Estado e teve como objetivo mostrar a necessidade de ampliação do programa estadual Santas Casas Sustentáveis, que traz auxílio financeiro às instituições.

Das 362 entidades filantrópicas de saúde no Estado, apenas 58 integram a ação, entre elas a Santa Casa de Ourinhos. O programa paulista classifica as instituições filantrópicas em três perfis: hospitais estruturantes, estratégicos e de apoio, para receberem respectivamente 70%, 40% e 10% a mais do que já recebem do SUS (Sistema Único de Saúde), cuja tabela de repasses está defasada há mais de 15 anos. Para permanecer credenciada e receber o aditivo, a unidade participante deve cumprir metas de atendimento.

Entre os avanços destacados na apresentação durante o Fórum, estão a humanização no atendimento, o aumento no índice de alta responsável, diminuição das taxas de mortalidade institucional e de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Esses e outros resultados positivos foram comprovados em apresentações dos próprios hospitais participantes, que compartilharam com o público suas experiências exitosas.

A Santa Casa de Ourinhos apresentou no Fórum dois trabalhos: “Alta responsável um caso exitoso”, o qual abordou a resolução do caso de uma criança moradora há quase sete anos no hospital, mostrando todas as dificuldades e os sucessos do trabalho realizado pela equipe multidisciplinar; e “O espaço pós-alta”, que relatou as dificuldades da Santa Casa na hora da alta hospitalar e o sucesso com um espaço preparado.

No Fórum, representaram a Santa Casa de Ourinhos a administradora interna, Erika Matias, e a gerente de enfermagem, Daniela Souza, que avaliou de forma positiva a oportunidade de compartilhar experiências com o objetivo de melhorar cada vez mais o atendimento e a saúde. “A experiência de apresentar um trabalho a outros colegas é sempre muito bom. Levamos o nome e nossas superações nestes dois trabalhos. Foi muito prazeroso saber que todos nós lutamos pela mesma causa, que é a melhoria na qualidade da saúde”.

Equipe Multidisciplinar da UTI Infantil da Santa Casa realiza ações pelo Dia Mundial da Prematuridade

A equipe Multidisciplinar da UTI Infantil da Santa Casa de Ourinhos promoveu ao longo da última semana uma série de ações em comemoração ao Dia Internacional da Prematuridade e ao Mês Internacional de Sensibilização para a Prematuridade.

Uma das ações foi reservada aos pais dos bebês prematuros internados na Santa Casa de Ourinhos, que receberam diversas orientações e cuidados principalmente no pós-alta hospitalar.

Já os colaboradores da UTI Infantil participaram de treinamento e capacitação com palestras ministradas pela Dra. Simone Pozzer, Dr. Ronaldo Canizella, Fisioterapeuta Mahara Proença e Fonoaudióloga Nilce Almeida Mattos.

Em novembro, além do Dia Internacional da Prematuridade, celebrado no dia 17, é também comemorado o Novembro Roxo, uma referência ao Mês Internacional de Sensibilização para a Prematuridade. O objetivo é alertar sobre o crescimento de números de partos prematuros e como preveni-los, além de informar sobre as consequências do nascimento antecipado para o bebê, família e para sociedade.

O Brasil está entre os 10 países com o maior número de nascimento prematuro. Segundo informações da ONG Prematuridade, no país, 340 mil bebês nascem de maneira prematura a cada ano, o equivalente a 931 por dia ou a 6 prematuros a cada 10 minutos. Alguns destes bebês não sobrevivem ou ficam com sequelas. São considerados prematuros (ou pré-termos), os bebês que vem ao mundo antes de completarem 37 semanas de gestação.

Santa Casa de Ourinhos empossa novos membros da CIPA

DSCN0559

Na segunda-feira, 11, a Santa Casa de Ourinhos realizou a instalação e posse dos novos membros da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) para o exercício 2019/2020. O evento aconteceu no auditório do hospital e contou com a presença do vice-presidente, Rubens Vertemati, integrantes do Sesmt, além dos novos cipeiros.

A CIPA da Santa Casa é formada anualmente por uma equipe de 11 representantes do empregador e 11 escolhidos pelos colaboradores através de eleições. A enfermeira Sandra Rocha da Silva é a nova presidente indicada pelo empregador e Bruna Rosseti Speranza é a vice-presidente.

Rubens Vertemati destacou a importância do trabalho da CIPA dentro do hospital. “Desejo aos membros da CIPA um bom trabalho nesta gestão e sabiam que todos os integrantes são importantes para nós. Que a atuação seja focada na preservação da integridade física das pessoas. Nós da diretoria damos muita importância a esta Comissão e o que precisarem, podem contar conosco”.

A presidente da CIPA, Sandra Rocha da Silva, que atua na Agência Transfucional da Santa Casa de Ourinhos, promete uma boa gestão frente a comissão. “Primeiramente quero agradecer a Deus e a administração da Santa Casa pela confiança, e espero que juntamente com a vice-presidente possamos fazer uma boa gestão. Unidos ao Sesmt, acredito que alcançaremos grandes objetivos”.

A Comissão é uma importante ferramenta de prevenção de acidentes e doenças ocupacionais que pretende assegurar a preservação da saúde e da integridade física e mental do trabalhador dentro da Santa Casa de Ourinhos.

A Norma Regulamentadora 5 (NR 5) do Ministério do Trabalho abrange as atribuições dos cipeiros, entre as quais a elaboração de um plano de trabalho com reuniões mensais e ações de prevenção de acidentes como a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT).

Outra norma que rege o trabalho da CIPA é a NR 32 que regulamenta a segurança do trabalho em serviços de saúde, atuando com ações como prevenção de contaminação no ambiente hospitalar. É necessário lembrar que a CIPA é um dos braços mais importantes da Segurança do Trabalho.

Verba conquistada por Gil Carvalho junto ao Deputado Capitão Augusto é liberada para a Santa Casa de Ourinhos

c2cddc86-b27f-423f-a8a9-94c194c65719

O Deputado Federal Capitão Augusto atendeu ao pedido do coordenador regional do PL, Gil Carvalho, e indicou R$700 mil para a Santa Casa de Ourinhos. O recurso foi liberado no último dia 22 de outubro.

A verba foi utilizada para custeio. Foram pagos materiais médicos, medicamentos e prestadores de serviço. Graças a esse montante, a Santa Casa pode se organizar com esses pagamentos, o que refletiu diretamente no cumprimento da folha de pagamento do mês dos funcionários.

Há alguns meses, o administrador da Santa Casa, Fernando Abreu, havia solicitado essa verba em reunião com Gil Carvalho. O coordenador regional PL disse que está constantemente em contato com a diretoria da Santa Casa para atender as demandas do hospital. “O administrador da Santa Casa, Fernando Abreu, me procurou pedindo meu intermédio junto ao Deputado Capitão Augusto. Me senti sensibilizado e imediatamente encaminhei para o Deputado, que atendeu ao meu pedido. Gostaria de agradecer o Deputado pela emenda, pela parceria e pelo compromisso com a saúde de nossa cidade. É muito importante termos um Deputado Federal em nosso município”, disse Gil.

Gil Carvalho reafirmou seu compromisso com a saúde de Ourinhos. “A população pode ter certeza que vamos trabalhar para que mais recursos sejam destinados para o hospital e investidos na melhoria da estrutura física, na compra de novos equipamentos e também para o custeio das despesas”.

Ao longo do seu mandato como Deputado Federal, Capitão Augusto tem se demonstrado um verdadeiro parceiro da Santa Casa de Ourinhos. Nos últimos anos, o parlamentar destinou emendas importantíssimas para o hospital, que foram investidas na troca de equipamentos e também na reforma de várias áreas, que contribuiu diretamente para a melhoria do atendimento aos pacientes. Além disso, é um grande parceiro da Unidade de Oncologia da Santa Casa de Ourinhos.

O administrador da Santa Casa, Fernando Abreu, agradeceu a indicação da emenda. “Quero agradecer ao Gil Carvalho por ter feito o pedido desse recurso e ao Deputado Capitão Augusto, que prontamente indicou essa verba que foi muito importante para o custeio da nossa Santa Casa. Temos que valorizar essa parceria com o nosso Deputado Capitão Augusto, que tem refletido em diversas conquistas para o hospital”.

Santa Casa de Ourinhos recebe a visita do prefeito Lucas Pocay e do vereador Eder Mota

Na tarde de terça-feira, 05, a Santa Casa de Ourinhos recebeu a visita do prefeito de Ourinhos, Lucas Pocay, e do vereador, Eder Mota. Na ocasião, eles conheceram as novas alas do hospital e também se reunirem com os diretores e colaboradores.

Ao lado do presidente da Santa Casa, Celso Zanuto, e do administrador, Fernando Abreu, Lucas Pocay e Eder Mota visitaram as obras do novo restaurante do hospital, conheceram as instalações do recém-inaugurado Centro Materno Infantil e UTI Infantil, o Pronto Socorro e ainda tiveram conhecimento dos novos projetos de ampliação e modernização do hospital.

Em seguida, Lucas Pocay e Eder Mota se encontraram com os colaboradores da Santa Casa, no auditório. Eles enalteceram o trabalho realizado pela diretoria, com investimentos que proporcionam um melhor atendimento cada vez melhor aos pacientes e também aproveitaram para falar um pouco das ações do governo que estão sendo desenvolvidas em várias áreas do município.

O presidente Celso Zanuto falou da importância do hospital receber a visita do prefeito Lucas Pocay. “É sempre importante o prefeito nos visitar, conhecer o trabalho que desenvolvemos e saber que precisamos de recursos para mantermos a estrutura do hospital para atender cada vez melhor os nossos pacientes”.

Já o prefeito Lucas Pocay ficou satisfeito em verificar que os recursos destinados para Santa Casa estão refletindo em melhoria na estrutura e no atendimento aos pacientes. “A Santa Casa é nosso hospital de referência, uma grande parceira da prefeitura. A gente tem notado que a Santa Casa está sempre em transformação, com novas alas e isso acaba criando um ambiente de uma qualidade de hospital público semelhante a um particular. A estrutura não diferencia em nada no atendimento SUS, Particular e Conveniado. Fico feliz em ver esses avanços e vemos que os recursos destinados estão sendo bem empregados para melhorar a estrutura e o atendimento para nossa população”.

O vereador Eder Mota aproveitou para anunciar que até o dia 10 de novembro a emenda do deputado federal Marcos Feliciano no valor de R$ 1.100 milhão estará liberado para a Santa Casa de Ourinhos. Além disso, aproveitou para elogiar mais uma vez a estrutura do hospital. “Eu como vereador e ourinhense tenho orgulho de ter uma Santa Casa como essa de Ourinhos. Como vereador podem contar comigo, pois não tenho preguiça de buscar recursos em São Paulo e Brasília que resultem em melhorias para o hospital”.

Santa Casa de Ourinhos empossa novos membros da CIPA

Na segunda-feira, 11, a Santa Casa de Ourinhos realizou a instalação e posse dos novos membros da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) para o exercício 2019/2020. O evento aconteceu no auditório do hospital e contou com a presença do vice-presidente, Rubens Vertemati, integrantes do Sesmt, além dos novos cipeiros.

A CIPA da Santa Casa é formada anualmente por uma equipe de 11 representantes do empregador e 11 escolhidos pelos colaboradores através de eleições. A enfermeira Sandra Rocha da Silva é a nova presidente indicada pelo empregador e Bruna Rosseti Speranza é a vice-presidente.

Rubens Vertemati destacou a importância do trabalho da CIPA dentro do hospital. “Desejo aos membros da CIPA um bom trabalho nesta gestão e sabiam que todos os integrantes são importantes para nós. Que a atuação seja focada na preservação da integridade física das pessoas. Nós da diretoria damos muita importância a esta Comissão e o que precisarem, podem contar conosco”.

A presidente da CIPA, Sandra Rocha da Silva, que atua na Agência Transfucional da Santa Casa de Ourinhos, promete uma boa gestão frente a comissão. “Primeiramente quero agradecer a Deus e a administração da Santa Casa pela confiança, e espero que juntamente com a vice-presidente possamos fazer uma boa gestão. Unidos ao Sesmt, acredito que alcançaremos grandes objetivos”.

A Comissão é uma importante ferramenta de prevenção de acidentes e doenças ocupacionais que pretende assegurar a preservação da saúde e da integridade física e mental do trabalhador dentro da Santa Casa de Ourinhos.

A Norma Regulamentadora 5 (NR 5) do Ministério do Trabalho abrange as atribuições dos cipeiros, entre as quais a elaboração de um plano de trabalho com reuniões mensais e ações de prevenção de acidentes como a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT).

Outra norma que rege o trabalho da CIPA é a NR 32 que regulamenta a segurança do trabalho em serviços de saúde, atuando com ações como prevenção de contaminação no ambiente hospitalar. É necessário lembrar que a CIPA é um dos braços mais importantes da Segurança do Trabalho.

Programa da CPFL Santa Cruz contribuirá para reduzir o consumo de energia da Santa Casa de Ourinhos

A Santa Casa de Ourinhos foi o primeiro hospital da região a ser contemplado com o Programa CPFL nos Hospitais, que resultou na instalação de uma usina fotovoltaica e na troca lâmpadas para tecnologia mais eficiente em um dos complexos que compõem a estrutura do hospital, o Ambulatório de Especialidades Médicas.

O Programa CPFL nos Hospitais, uma iniciativa da CPFL Energia e o Instituto CPFL, tem como objetivo ajudar instituições públicas e filantrópicas a reduzirem suas contas de energia elétrica.

A Santa Casa de Ourinhos foi beneficiada, por meio de Chamada Pública de Projetos. Neste projeto, finalizado em setembro deste ano, foram investidos cerca de R$ 105,5 mil pela companhia dentro do Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

O Diretor da Santa Casa de Ourinhos, Vagner Breve, destacou que o projeto da CPFL atende os ideais do hospital que tem como foco a preocupação com o meio ambiente. “Esse projeto é um sonho que a diretoria busca há oito anos. Desde que assumimos a administração da Santa Casa, uma das nossas preocupações era buscar uma alternativa na questão energética. Por meio desse projeto da CPFL, conseguiremos diminuir nossas despesas com energia elétrica e ao mesmo tempo, o hospital faz a sua parte na questão ambiental”.

O CPFL nos Hospitais atuou na Santa Casa de Ourinhos instalando uma usina solar fotovoltaica com capacidade de geração de 12,5 kWp e substituindo 255 lâmpadas por tecnologia LED, mais durável e eficiente. A expectativa é que a instituição possa reduzir o consumo de energia em até 44,5 MWh/ano. A iniciativa dá a oportunidade a essas instituições de reduzirem os gastos com suas faturas de energia elétrica e investirem o dinheiro economizado em outras áreas, para melhoria do atendimento, beneficiando a comunidade e a região onde estão inseridos.

Além do benefício da redução nas contas dos hospitais, a iniciativa também gera ganhos ambientais. O menor consumo de energia elétrica evita, por exemplo, o acionamento de usinas térmicas, mais caras e poluentes. A implantação de energia solar fotovoltaica nos clientes reforça o compromisso da CPFL com o meio ambiente e a sustentabilidade, através de uma matriz energética renovável e limpa.

Segundo Rafael Lazzaretti, diretor de Estratégia e Inovação da empresa, o Programa CPFL nos Hospitais realizará o maior investimento já registrado no Brasil em energia solar fotovoltaica dentro de Programas de Eficiência Energética. “O valor total será destinado para a realização dos projetos em três anos, já a partir de 2019. Estão aptos a participar da ação as instituições públicas e filantrópicas de saúde situadas nas cidades das áreas de concessão das nossas distribuidoras”, reforça Lazzaretti.

A Santa Casa de Ourinhos conta com 166 leitos, 33 especialidades médicas, 130 médicos e mais de 700 colaboradores. É um complexo hospitalar formado pelo Hospital Geral, Ambulatório de Especialidades e Unidade de Oncologia (tratamento contra o câncer), sendo referência no atendimento para aproximadamente 1 milhão pessoas entre Ourinhos e mais 68 municípios da região. Além disso, ainda recebe pacientes do Estado do Paraná.

Participaram da apresentação do projeto, o administrador da Santa Casa, Fernando Abreu, o diretor Vagner Breve, representantes da CPFL, o chefe de gabinete, Eder Mota, que representou o prefeito de Ourinhos Lucas Pocay; o secretário adjunto de Governo, Hamilton Azevedo; o presidente da Câmara e vereador de Ourinhos, Enfermeiro Alexandre; o vereador Alexandre Zóio; a assessoria do deputado Vinicius Carvalho, Cintia Ferraz e colaboradores do hospital.

Sesmt da Santa Casa de Ourinhos realiza campanha Outubro Rosa

fe803731-1af6-4f5c-94d6-329fb91224a5

O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt) da Santa Casa de Ourinhos, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, deu início na última segunda-feira, 07, a campanha Outubro Rosa, com o objetivo de prevenir o câncer de mama e do colo do útero junto as colaboradoras do hospital.

Durante todo o mês, as colaboradoras da Santa Casa de Ourinhos, com idade entre 20 a 65 anos, são convidadas a realizar a coleta do exame preventivo ginecológico (PAPANICOLAU), para detectar o câncer de colo de útero e outras patologias, como por exemplo: candidíase, HPV, Gardnerella entre outros. A coleta acontece na maternidade.

Para realizar essa coleta é necessário algumas recomendações como: não estar no período menstrual; não estar em uso de óvulos ou pomadas ginecológicas; não ter relação sexual 48 horas antes do exame; e  não realizar ducha íntima antes do exame.

De acordo com a enfermeira do Trabalho do Sesmt, Rosana Mozer E. Machado, a adesão das colaboradoras tem aumentado todo ano, diante da importância da campanha que é realizada mundialmente. “Temos notado que a cada ano um número maior de colaboradoras tem aderido a nossa campanha e realizado os exames. É importe isso, porque é a melhor forma de trabalharmos o surgimento de um câncer é por meio dos exames preventivos. Quanto mais cedo se diagnostica um câncer, maiores são as chances de se tratar e curar”.

A enfermeira Rosana Mozer ressaltou que ao longo das campanhas, felizmente nenhuma colaboradora foi diagnosticada com câncer do colo do útero. “Tivemos apenas um caso de HPV e que não era maligno. Mas esses exames realizados também contribuem para diagnosticar outros tipos de doenças de origem ginecológicas”.